Regulamin

Estes regulamentos da loja online estabelecem as regras para o funcionamento da loja online executadas com o nome "Moi Mili" no endereço da Internet www.moimili.net, e as condições para a conclusão e implementação de contratos de venda de mercadorias com compradores, por meio da loja. Estes Regulamentos passam a fazer parte do contrato celebrado entre o Vendedor e o Comprador.

Independentemente das compras feitas na loja on-line, o Comprador tem o direito, antes de fazer o pedido, de negociar todas as disposições do contrato com o Vendedor, incluindo aquelas que alteram as disposições dos regulamentos a seguir. Essas negociações devem ser conduzidas por e-mail ou por escrito e direcionadas ao endereço de correspondência do Vendedor: Moi Mili Klaudia Wcisło, com sede em Varsóvia, Bronowska Street 7D, 03-995 Varsóvia. No caso de renúncia do Comprador da possibilidade de concluir um contrato por meio de negociações individuais, os seguintes regulamentos e a lei aplicável serão aplicáveis.

1. INFORMAÇÕES SOBRE A LOJA ONLINE

1.1. Loja online operando em www.moimili.net é de propriedade de Klaudia Wcisło, que conduz atividades comerciais sob a empresa Moi Mili Klaudia Wcisło, com sede em Varsóvia, ulica Bronowska 7D, 03-995 Varsóvia, inscrita no Registro Central de Atividade Econômica mantido pelo Ministro da Economia, com o número NIP 9930439924, REGON 146627846, a seguir denominado "Vendedor".

1.2. Armazenar dados:
Conta bancária:
Alior Bank 98 2490 0005 0000 4530 8923 8415

Armazene dados de correspondência:
Mili Mili Klaudia Wcisło
ul. Bronowska 7D
03 995-Warsaw
e-mail:
moimili.info@gmail.com
telefone de contato: + 881 543 398

2. GLOSSÁRIO
Os termos listados abaixo têm os significados dados abaixo no Regulamento:

"Comprador" - significa o cliente da loja, ou seja, uma pessoa singular com capacidade legal total, uma pessoa coletiva ou uma unidade organizacional que não seja uma pessoa coletiva, que a lei concede capacidade jurídica, que celebra um contrato de venda de mercadorias com o Vendedor para uma finalidade não relacionada diretamente à sua atividade comercial ou profissional, ou seja, para atender às próprias necessidades;

"Regulamentos "- significa estes regulamentos da loja on-line" Moi Mili "de propriedade do Vendedor;
"Vendedor" - tem o significado especificado no ponto 1.1;
"Loja" - significa a loja online "Moi Mili" de propriedade do Vendedor, operando na
www.moimili.net venda de mercadorias para os compradores.
"Comprovante de compra" - uma fatura, fatura ou recibo emitido de acordo com a Lei sobre impostos sobre bens e serviços do 11 de março, 2004, conforme emenda e outras leis aplicáveis.

3. OFERTA DA LOJA

3.1. O vendedor vende mercadorias pela Internet o tempo todo - preenchendo o formulário no site da loja, por e-mail: www.moimili.net e por telefone em + 48 881 543 398 em horas 8-16. A condição de fazer um pedido pela Internet é o preenchimento correto do formulário de pedido com detalhes do endereço e pagamento de acordo com este Regulamento.

3.2. Os nomes e marcas de fabricantes são direitos de propriedade intelectual de seus proprietários e são apresentados na Loja apenas para fins informativos. Os produtos e informações apresentados sobre eles, incluindo listas de preços, fotos e imagens de mercadorias, não constituem um anúncio ou oferta na aceção da lei, mas são apenas informações comerciais sobre as mercadorias e podem ser ligeiramente diferentes do estado real.

3.3. A quantidade e o tipo de mercadoria oferecida na loja são variáveis ​​e estão sujeitos a atualizações constantes.

3.4. O número de mercadorias cobertas por qualquer promoção na Loja é limitado. Sua venda é realizada com base no pedido confirmado pela loja, enquanto os estoques duram.

4. PREÇOS DOS BENS

4.1. O preço de todos os visíveis no site da loja online www.moimili.net bens é um preço bruto (ou seja, inclui IVA) e é expresso em zlotys poloneses. Os preços das mercadorias não incluem custos de entrega, que são determinados de acordo com uma lista de preços de entrega separada.

Preços 4.2 exibidos no site da loja www.moimili.net , bem como descrições de mercadorias, constituem apenas informações comerciais e não uma oferta na aceção do Código Civil. Vinculação - para fins de celebração de um contrato específico - eles só ganham assim que o Vendedor confirmar a aceitação da ordem de execução.

4.3 O preço fornecido para cada produto é válido até o último estoque. A loja reserva-se o direito de alterar os preços dos produtos oferecidos, introduzir novos produtos na oferta da loja, realizar e cancelar campanhas promocionais nos sites da loja ou fazer alterações neles. Uma alteração no preço das mercadorias não afeta os pedidos aceitos para implementação e confirmados.

5. CONCLUSÃO DO CONTRATO E EXECUÇÃO DO CONTRATO

5.1. O processo de pedido começa clicando no botão "adicionar ao carrinho" ao lado do produto selecionado. O comprador, após a seleção final dos produtos que pretende comprar, clica no botão "encomendar". Em seguida, o comprador é solicitado a fornecer um endereço de e-mail, a opção de entrega e o tipo de pagamento. Após preencher as informações necessárias, o comprador clica no botão "continuar". Solicita-se ao comprador que forneça o endereço no qual as mercadorias solicitadas devem ser entregues.

5.2. Antes do pedido final, o Comprador pode ler as informações sobre o pedido, que incluem, entre outros cálculo de mercadorias encomendadas, sua unidade e preço total, valor de quaisquer descontos e custos de entrega. Após preencher os dados necessários para enviar as mercadorias solicitadas, o Comprador clica no botão "fazer pedido".

5.3. Ao clicar no botão "fazer pedido", o Comprador envia ao Vendedor uma oferta para comprar os produtos indicados no pedido, nas condições especificadas no mesmo e resultantes dos Regulamentos ("fazer o pedido", "fazer o pedido"). O pedido é considerado uma oferta válida e vinculativa para a compra de mercadorias pelo comprador apenas se o comprador tiver sido preenchido corretamente pelo comprador e enviado ao vendedor usando o sistema e os mecanismos contidos no site da loja, clicando no botão "fazer pedido", a menos que a lei determine contrário. Fazer um pedido não equivale à sua aceitação pelo Vendedor.

5.4. Depois de clicar no botão "fazer pedido", o Vendedor gerará informações sobre os detalhes do pedido, que serão enviadas para o endereço de e-mail do Comprador fornecido no formulário de pedido ("mensagem de resumo do pedido", "resumo do pedido"). O envio pelo Vendedor de informações sobre os detalhes do pedido não constitui a conclusão do contrato, mas destina-se apenas a informar o Comprador de que o pedido chegou à Loja.

5.5. A mensagem de resumo do pedido também contém uma solicitação de pagamento do valor (preço das mercadorias e despesas de remessa) resultante do pedido. O comprador compromete-se a pagar uma quantia em dinheiro referente ao pedido realizado, nos termos e dentro dos prazos decorrentes deste Regulamento.

5.6. Após efetuar o pagamento pelo comprador, o vendedor informa por e-mail o comprador sobre a aceitação da ordem de execução. O contrato de venda é concluído quando o comprador recebe uma mensagem do vendedor confirmando a aceitação do pedido feito para execução. A condição de aceitar um pedido é a disponibilidade do produto no armazém da loja.

5.7. O Vendedor se reserva o direito de verificar o pedido em caso de dúvida razoável (por exemplo, fornecendo um endereço de entrega inexistente) e no caso de o Comprador não cumprir as disposições deste Regulamento. No caso das situações acima mencionadas, o Vendedor pode rescindir o contrato, sobre o qual o Comprador será notificado por e-mail.

5.8. Para fazer um pedido, é necessário que o cliente forneça os seguintes dados: nome e sobrenome, (nome da empresa, número de identificação fiscal), endereço de entrega, endereço de e-mail e número de telefone, permitindo a verificação do pedido.

5.9. Antes de confirmar a aceitação do pedido pelo Vendedor, o Comprador pode enviar uma correção do pedido por e-mail para o seguinte endereço: moimili.info@gmail.com, e por sua validade, essa correção deve ser aprovada por e-mail pelo Vendedor. Isso não afeta os direitos do comprador decorrentes da retirada.

5.10. O sujeito adquirido do contrato é enviado, juntamente com o documento de vendas selecionado pelo Comprador, o tipo de entrega selecionado pelo Comprador para o local de entrega indicado pelo Comprador no pedido.
5.11 Após enviar o pedido ao comprador, a loja gerará um e-mail (se possível) com informações sobre a remessa.

6. EXPEDIÇÃO E ENTREGA DE MERCADORIAS

6.1. O vendedor realiza pedidos em todo o mundo enviando por correio ou correio polonês.

6.2. A entrega das mercadorias ocorre a escolha do comprador no pedido efetuado via;

a) Correio polonês ou empresa de courier,
b) Por retirada pessoal, mediante agendamento por telefone ou e-mail.

6.3. O custo de envio é suportado pelo comprador, que é informado sobre o custo total da entrega antes de fazer o pedido. O resumo do pedido, que contém informações sobre o pedido e o custo da entrega, também será enviado ao comprador por e-mail, após o pedido, para o endereço fornecido no formulário de pedido.

6.4. O comprador deve verificar as condições da encomenda durante o recebimento na presença de um funcionário da empresa de courier ou da Poczta Polska. Em caso de dano ao pacote, o Comprador é obrigado a relatar esse fato ao correio, elaborar um relatório de reclamação e informar a Loja desse fato.

6.5. O custo da entrega no exterior é determinado individualmente pelo comprador e pelo vendedor por e-mail, de acordo com a tarifa da empresa de courier.

6.6. O vendedor não entrega dinheiro na entrega.

7. TEMPO DE PROCESSAMENTO

7.1. Tempo de processamento do pedido significa o tempo necessário para preparar o pedido para remessa. O Vendedor compromete-se a envidar todos os esforços razoáveis ​​para garantir que atinja um máximo de dias úteis 3-5 a partir do momento em que o valor devido pelo pedido for recebido na conta bancária do Vendedor.

7.2. Os pedidos feitos no sábado ou domingo, ou feriados, são realizados nos dias úteis 3-5 a partir do primeiro dia útil, mas excluindo feriados públicos subsequentes.

7.3. O vendedor reserva-se o direito de suspendera fazer entregas da loja por um período determinado, indicado em cada caso com antecedência no site www.moimili.net. Os pedidos não serão processados ​​dentro do prazo especificado e o prazo para conclusão dos pedidos especificados no ponto 7.1 será automaticamente estendido e começará a ser executado no primeiro dia útil após o prazo indicado.

8. PAGAMENTO

8.1. A forma de pagamento é selecionada pelo comprador separadamente para cada pedido.

8.2. O comprador pode escolher uma opção de pagamento ao fazer um pedido das seguintes formas de pagamento:

a) através de um sistema de pagamento online seguro PayPal ou tPay

b) Transferir para uma conta bancária.

8.3. Não é possível ao comprador efetuar um pagamento enviando dinheiro ou cheque.

8.4. No caso de uma transferência para uma conta bancária polonesa (pré-pagamentos), todo o valor indicado no e-mail confirmando a colocação do pedido na Loja deve ser transferido dentro de um dia útil 5, contado a partir da data de envio ao Comprador de uma mensagem resumindo o pedido referido no ponto 5.4 acima, para a conta Detalhes bancários da loja, juntamente com o título da transferência, que também é o número do pedido. O pagamento é considerado efetuado no momento de creditar a conta bancária da loja. Dentro do período acima mencionado, as mercadorias encomendadas são cobertas pela reserva.

8.5. Se a transferência não for feita dentro do período mencionado, o pedido será considerado como não enviado e a oferta de compra do Comprador expirará, o que resultará no cancelamento do pedido e no vencimento da reserva.

8.6. O vendedor confirma o recebimento do pagamento pelo pedido por e-mail.

8.7. Em circunstâncias excepcionais, é possível estender o prazo de pagamento, mas, para sua validade, é necessário que o Vendedor aceite um novo prazo por e-mail.

8.8. Se o Comprador desejar receber uma fatura, ao fazer um pedido na Loja, ele concorda em emitir e enviar eletronicamente para o endereço de e-mail fornecido por ele, faturas, duplicatas dessas faturas e suas correções, de acordo com o Regulamento do Ministro das Finanças da 20 dezembro 2012 em no envio de faturas em formato eletrônico, as regras para seu armazenamento e o procedimento para disponibilizá-las à autoridade fiscal ou à autoridade de controle fiscal (Journal of Laws 2010, item 1528).

9. POSSIBILIDADE DE ECONOMIA, VISUALIZANDO O TEXTO DO CONTRATO.

9.1. Estes regulamentos podem ser encontrados no site da loja em www.moimili.net / página / regulamentos.

9.2. Além disso, usando a função disponível no navegador da web, você pode imprimir e salvar os Regulamentos na forma de um documento.

9.3. Os dados do pedido feito podem ser adicionalmente arquivados: baixando os Regulamentos e salvando os dados coletados na última página do pedido feito na Loja, usando as funções disponíveis no navegador ou salvando os dados contidos nas informações sobre os detalhes do pedido enviados para o endereço de e-mail fornecido pelo comprador.

10. RETIRADA DO CONTRATO

10.1. De acordo com o Ato de 30 de maio de 2014, sobre direitos do consumidor (Journal of Laws de 24 June 2014), um consumidor (pessoa física que faz uma transação legal com um empresário não diretamente relacionado ao seu negócio ou atividade profissional), que celebrou um contrato à distância ou fora das instalações da empresa tem o direito de rescindir o contrato dentro de um dia da 14, sem apresentar qualquer motivo e sem incorrer em custos, exceto nos custos especificados no art. 33, art. Seção 34 2 e art. 35 do Ato de 30 Maio de 2014 sobre direitos do consumidor.

10.2. O prazo para rescisão do contrato expira após o término dos dias 14 a partir da data de entrega.

10.3. Para exercer o direito de rescisão, o Comprador consumidor deve informar o Vendedor, fornecendo seu nome, endereço postal completo e, se disponível, número de telefone, número de fax e endereço de e-mail, sobre sua decisão de rescisão do contrato por uma declaração inequívoca. por escrito. O comprador pode usar o formulário de retirada do modelo, anexado como Anexo 2 à Lei de 30 de maio de 2014, sobre direitos do consumidor, mas não é obrigatório. O comprador também pode preencher e enviar um formulário de retirada disponível no site do Vendedor www.moimili.net. Se o comprador usar esta opção, o vendedor enviará imediatamente a confirmação do recebimento das informações sobre a retirada do contrato por e-mail para o endereço fornecido pelo comprador. Para cumprir o prazo de rescisão do contrato, basta enviar informações sobre o exercício do direito de rescisão do contrato antes do prazo de rescisão do contrato.

10.4. No caso de rescisão do contrato, o contrato é considerado nulo e o Vendedor devolve ao comprador consumidor todos os pagamentos recebidos do comprador, incluindo os custos de entrega (exceto os custos adicionais resultantes do método de entrega escolhido pelo comprador que não seja o método de entrega usual mais barato oferecido pelo vendedor) , imediatamente e, em qualquer caso, o mais tardar no dia 14 a partir do dia em que o Vendedor recebeu informações sobre o exercício do direito do Comprador de se retirar do contrato. O Vendedor reembolsará o pagamento usando os mesmos métodos de pagamento usados ​​pelo Comprador na transação original, a menos que o Comprador tenha concordado com uma solução diferente. O comprador não arca com nenhuma taxa associada à devolução do pagamento. O Vendedor pode reter o reembolso até o recebimento do item ou até que o Comprador forneça um comprovante de envio, o que ocorrer primeiro.

10.5. Ao exercer o direito de retirada, o Comprador consumidor é obrigado a enviar ou transferir as mercadorias para o endereço do Vendedor Moi Mili Klaudia Wcisło, Piłsudskiego Rua 20 / 5, 33-100 Tarnów imediatamente, e, em qualquer caso, o mais tardar no dia em que o Vendedor recebeu 14 informações sobre o exercício, pelo Comprador, do direito de rescisão do contrato. O prazo é cumprido se o comprador enviar o item de volta antes do vencimento dos dias 14. O comprador suporta o custo direto de devolver o item. O comprador é o único responsável por reduzir o valor do item resultante do seu uso de uma maneira diferente da necessária para estabelecer a natureza, características e funcionamento do item.

10.6. O comprador que é consumidor não arca com os custos de fornecimento de conteúdo digital que não é armazenado em suporte tangível, se ele não concordar com a prestação do serviço antes do prazo para rescisão do contrato ou não tiver sido informado sobre a perda de seu direito de rescisão do contrato no momento da concessão desse consentimento ou O vendedor não forneceu confirmação de acordo com o art. Seção 15 1 e art. Seção 21 1 do Ato de 30 de maio de 2014 sobre direitos do consumidor (Journal of Laws de 24 June 2014)

10.7. O direito de retirada não é aplicável aos contratos:
a) pela prestação de serviços, se o empresário tiver prestado o serviço integralmente com o consentimento expresso do consumidor, que foi informado antes do início do serviço que após a execução do serviço pelo empresário perderá o direito de rescisão do contrato;
b) em que o preço ou remuneração dependa de flutuações no mercado financeiro sobre as quais o empresário não tem controle e que possam ocorrer antes do prazo final para rescisão do contrato;
c) em que o objeto do serviço é um item não pré-fabricado, fabricado de acordo com as especificações do consumidor ou que serve para satisfazer suas necessidades individuais;
d) em que o objeto do serviço seja um item sujeito a deterioração rápida ou com um prazo de validade curto;
e) em que o objeto do serviço seja um item entregue em uma embalagem lacrada, que após a abertura da embalagem não possa ser devolvida por motivos de proteção à saúde ou higiene, se a embalagem tiver sido aberta após a entrega;
f) em que o objeto do serviço são coisas que após a entrega, devido à sua natureza, estão inseparavelmente ligadas a outras coisas;
g) em que o objeto do serviço são bebidas alcoólicas, cujo preço foi acordado na conclusão do contrato de venda e cuja entrega pode ocorrer somente após o vencimento dos dias 30 e cujo valor depende de flutuações no mercado sobre o qual o empresário não tem controle;
h) em que o consumidor exigiu expressamente que o empresário o procurasse para reparo ou manutenção urgente; se o empresário fornecer serviços adicionais que não sejam os exigidos pelo consumidor ou fornecer itens que não sejam peças de reposição necessárias para executar o reparo ou manutenção, o consumidor tem o direito de rescindir o contrato em relação a serviços ou itens adicionais;
i) em que o assunto do serviço são gravações sonoras ou visuais ou programas de computador entregues em uma embalagem selada, se a embalagem foi aberta após a entrega;
j) entrega de jornais, periódicos ou revistas, com exceção dos contratos de assinatura;
k) celebrado em leilão público;
l) para a prestação de serviços de hospedagem que não sejam para fins residenciais, transporte de mercadorias, aluguel de carros, gastronomia, serviços de lazer, entretenimento, eventos esportivos ou culturais, se o contrato indicar o dia ou o período da prestação do serviço;
m) para o fornecimento de conteúdo digital que não seja salvo em um meio tangível, se a prestação do serviço tiver começado com o consentimento expresso do consumidor antes do prazo de rescisão do contrato e após ser informado pelo empresário sobre a perda do direito de rescisão do contrato.

11. PROCEDIMENTOS DE RECLAMAÇÕES E CONDIÇÕES DE GARANTIA

11.1. O vendedor é obrigado a fornecer ao comprador um produto livre de defeitos.

11.2. O Vendedor é responsável perante o Consumidor nos termos estabelecidos no art. 556 do Código Civil e subsequentes por defeitos (garantia).

11.3. No caso de um contrato com um consumidor, se um defeito físico for encontrado dentro de um ano após a entrega do item, presume-se que ele existia no momento em que o perigo passou para o consumidor.
11.4. O consumidor, se o item vendido tiver um defeito, pode:
a) faça uma declaração solicitando uma redução de preço;
b) enviar uma declaração de rescisão do contrato;
a menos que o Vendedor imediatamente e sem inconvenientes indevidos para o Consumidor substitua o item com defeito por um item com defeito ou remova o defeito. No entanto, se o item já tiver sido substituído ou reparado pelo Vendedor ou o Vendedor não tiver cumprido a obrigação de trocar o item por um sem defeitos ou de remover o defeito, ele não terá o direito de substituir o item ou remover o defeito.

11.5. O consumidor pode, em vez da remoção do defeito proposto pelo Vendedor, solicitar a substituição do item por um livre de defeitos ou, em vez da substituição do item, exigir a remoção do defeito, a menos que seja impossível tornar o item em conformidade com o contrato da maneira escolhida pelo Consumidor ou exigir custos excessivos em comparação com o método proposto pelo Vendedor. , enquanto a avaliação de custos excessivos leva em consideração o valor do item livre de defeitos, o tipo e a significância do defeito encontrado e também leva em consideração as desvantagens a que o consumidor estaria exposto
maneira de satisfazer.

11.6. O consumidor não pode se retirar do contrato se o defeito for irrelevante.

11.7. O consumidor, se o item vendido tiver um defeito, também pode:
a) exigir a substituição do item por um não defeituoso;
b) exigir que o defeito seja removido.

11.8. O vendedor é obrigado a substituir o item defeituoso por um não defeituoso ou removê-lo
defeito dentro de um prazo razoável, sem inconvenientes indevidos para o consumidor.

11.9. O Vendedor pode se recusar a atender à solicitação do Consumidor, se for impossível colocar o item com defeito no contrato da maneira escolhida pelo comprador ou exigir custos excessivos em comparação com a outra maneira possível de colocá-lo em conformidade com o contrato.

11.10. No caso de o item defeituoso ter sido instalado, o Consumidor pode exigir que o Vendedor desmonte e remonte após substituí-lo por um não defeituoso ou remova o defeito; no entanto, é obrigado a arcar com alguns dos custos relacionados a ele que excedem o preço do item vendido, ou pode exigir que o Vendedor pague parte dos custos desmontagem e reinstalação, até o preço do item vendido. No caso de não cumprimento da obrigação por parte do Vendedor, o Consumidor tem o direito de realizar essas atividades às custas e riscos do Vendedor.

11.11. O consumidor que exerce os direitos sob a garantia é obrigado, às custas do Vendedor, a entregar o item defeituoso no endereço da reclamação e, se, devido ao tipo de item ou ao modo como foi instalado, a entrega do item pelo Consumidor for excessivamente difícil, ele será obrigado a disponibilizar o item ao Vendedor no local onde qual coisa é No caso de não cumprimento da obrigação por parte do Vendedor, o Consumidor tem o direito de devolver o item às custas e riscos do Vendedor.

11.12. Os custos de substituição ou reparo são suportados pelo Vendedor, exceto pela situação descrita no parágrafo 11 ponto 10 acima.

11.13. O Vendedor é obrigado a aceitar um item com defeito do Consumidor no caso de trocar o item por um item com defeito ou retirar-se do contrato.

11.14. O vendedor dentro de catorze dias responderá a:
a) uma declaração solicitando uma redução de preço;
b) uma declaração de rescisão do contrato;
c) solicitar a substituição do item por um sem defeitos;
d) solicitação para remover o defeito.
Caso contrário, considera-se que ele considerou justificada a declaração ou solicitação do consumidor.

11.15. O Vendedor é responsável sob a garantia se um defeito físico for encontrado dentro de dois anos após a entrega do item ao Consumidor e se o item vendido for usado dentro de um ano após a entrega do item ao Consumidor.

11.16. A reivindicação do Consumidor de remover o defeito ou trocar o item vendido por um sem defeitos expira após um ano, contando a partir do dia em que o defeito foi encontrado, mas não antes de dois anos após o item ter sido liberado para o Consumidor e, se o objeto da venda for o item usado dentro de um ano. entregar o item ao consumidor.

11.17. No caso de o prazo de validade do item especificado pelo Vendedor ou pelo fabricante terminar após dois anos a partir da data de entrega do item ao Consumidor, o Vendedor é responsável pela garantia por defeitos físicos deste item encontrados antes dessa data.

11.18. Nas datas indicadas no parágrafo 11 point 15-17 O consumidor pode enviar uma declaração de rescisão do contrato ou uma redução no preço devido a um defeito físico do item vendido, e se o consumidor exigir a substituição do item por um defeito ou a remoção do defeito, o prazo para enviar uma declaração de retirada do contrato ou redução de preço deve começar no vencimento ineficaz do prazo para trocar coisas ou remover o defeito.

11.19. No caso de uma investigação perante um tribunal ou tribunal arbitral de um dos direitos da garantia, o prazo para o exercício de outros direitos que o Consumidor tem direito sob este título será suspenso até a finalização do processo. Consequentemente, também se aplica a procedimentos de mediação, em que o prazo para o exercício de outros direitos sob a garantia, com direito ao consumidor, começa a correr a partir do dia em que o tribunal se recusa a aprovar o acordo celebrado perante o mediador ou o término ineficaz da mediação.

11.20. Para exercer os direitos sob a garantia de defeitos legais do item vendido, o parágrafo 11, ponto 15-16, será aplicável, exceto que o período decorre a partir do dia em que o Consumidor soube da existência do defeito e se o Consumidor soube da existência do defeito apenas em como resultado de uma ação de terceiros - a partir do dia em que a decisão emitida na disputa com o terceiro se tornou definitiva.

11.21. Se, devido a um defeito, o Consumidor tiver feito uma declaração de rescisão do contrato ou redução de preço, ele poderá solicitar uma indenização pelos danos sofridos por ter concluído o contrato, sem estar ciente da existência do defeito, mesmo que o dano tenha sido consequência de circunstâncias pelas quais o Vendedor não é responsável. em particular, pode exigir reembolso dos custos de celebração do contrato, custos de coleta, transporte, armazenamento e seguro de mercadorias, reembolso de despesas efetuadas na medida em que não se beneficiaram deles e não recebeu o reembolso de terceiros e reembolso dos custos do processo. Isso não prejudica as disposições sobre a obrigação de reparar danos em princípios gerais.

11.22. A expiração de qualquer período para identificar um defeito não impede o exercício dos direitos de garantia se o Vendedor ocultou o defeito de forma fraudulenta.

11.23. O Vendedor, se for obrigado a fornecer ou fornecer um benefício financeiro ao Consumidor, realiza-o sem demora injustificada, o mais tardar dentro do prazo previsto por lei.

12. PROTEÇÃO DE DADOS PESSOAIS

12.1. O administrador dos bancos de dados de dados pessoais fornecidos pelos consumidores da loja é o Vendedor.

12.2. O Vendedor compromete-se a proteger os dados pessoais de acordo com a Lei de Proteção de Dados Pessoais da 29 de agosto de 1997 e a Lei de Serviços Eletrônicos da 18 de julho de 2002. O Comprador, ao fornecer seus dados pessoais ao Vendedor ao fazer o pedido, consente em seu processamento pelo Vendedor com a finalidade de concluir o pedido. O comprador tem a oportunidade de visualizar, alterar, atualizar e excluir seus dados pessoais a qualquer momento.

Os dados pessoais do 12.3 não são divulgados pelo Vendedor a outras entidades para fins diferentes dos especificados no ponto 13.2.

Os dados pessoais da 12.4 são processados ​​e protegidos de acordo com a Lei de Proteção de Dados Pessoais, de forma a impedir o acesso de terceiros.

13. DISPOSIÇÕES FINAIS

13.1. Os regulamentos e o contrato de vendas celebrado entre o Vendedor e o Comprador estão sujeitos à lei polonesa.

13.2. Cada comprador é obrigado a ler os regulamentos, e suas disposições se tornam vinculativas para o comprador no momento de fazer seu pedido na loja.

13.3. Se qualquer disposição deste Regulamento ou parte dela for ou se tornar ineficaz, ela não tornará as demais disposições ineficazes e não afetará a validade do contrato de venda concluído. Uma provisão ineficaz deve ser substituída por uma provisão legalmente permitida apropriada que melhor atenda ao objetivo da provisão inválida.

13.4. O Comprador pode intentar uma ação contra o Vendedor perante um tribunal comum com jurisdição sobre o local de residência / sede social do Comprador ou do Vendedor. O Vendedor pode intentar uma ação contra o Comprador somente perante um tribunal comum com jurisdição sobre o local de residência / sede social do Comprador.

13.5 O Vendedor pode fazer alterações a estes Regulamentos a qualquer momento, enquanto essas alterações não podem piorar a situação (direitos) do Comprador cujo pedido está em andamento e foi submetido durante o período de validade dos Regulamentos anteriores.

Os regulamentos 13.6 se aplicam a partir do 25 de dezembro do 2014.